Buscar

Era só um boneco de Natal?

Assim que voltei do almoço, ele estava lá, cara branca mais do que nunca e sua roupa vermelha. Sim, era o velho Noel. E estava sentado no parapeito do simples prédio.

– Olha aquilo! - Falei para minha única colega de trabalho.

– É só um boneco bobo! – Ela me respondeu.

Mas para mim, ele tinha algo de diferente, pois eu o via com a cabeça meio caída, mas logo se levantava sem ninguém o arrumar, um dia pensei ver suas mãos se mexerem sozinhas, mas "Era só um boneco", dizia minha colega.

Fim de novembro, as lojas se enfeitavam para o tão esperado Natal e nesse ano esse Papai Noel apareceu para “tumultuar” um pouco a minha pobre cabeça. “Será que era só mesmo um boneco?”



Chegou o dia de pagar meu aluguel. Fui ao centro comercial que ficava em frente ao escritório sacar o dinheiro para a dona da casa. Morava a seis estações do trabalho em um quintal com mais três famílias, quarto e cozinha, era o palácio para o menino solteiro do interior.

Fila gigante, esperei um belo tempo, até que um homem de seus quarenta e poucos anos sai da única porta fogo de bermuda, chinelo e regata e bolsa nas costas.

Ele, cumprimenta outro homem com as roupas opostas as dele que só diz:

– Eis a de hoje Noel do teto! Bom trabalho, continue assim, sem se mexer e leve sorriso!

– Valeu, senhor! – com um sorriso pegou o envelope, colocou no bolso e saiu.

Após usar o caixa eletrônico dei meia volta e vi um menino conversar com uma mãe, que dizia:

– Mamãe, que são esses bonecos soltos no chão?

O menino apontava para um presépio esquecido e bem antigo de gesso.

– Deixa isso pra lá, Tutu! Temos que comprar o presente do seu pai!

Do nada, vi o menino cumprimentar o cara de bermuda e me surpreendi quando ouvi ele dizer:

– Bença, tio!

E os dois sorriam um para o outro.


Por Eliaquim Batista

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Blogger
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca ícone do YouTube

© 2020 por Eliaquim Batista - Blog Vida de Escritor.

São Paulo / SP