top of page
Buscar

Jovem em Destaque | ROGER CORRÊA | Músico – Acordeonista

Desde muito cedo, Roger Corrêa encontrou no acordeom o seu grande refúgio e agora espalha seu talento e suas composições para todo o mundo.


Natural de Guaíba (RS), Roger Corrêa iniciou seu contato com a gaita ponto aos 6 anos. Atualmente, está radicado em Florianópolis (SC). Já levou seu trabalho autoral a mais de oito países, entre Europa e América do Sul, e realizou mais de 20 concertos como solista convidado pela orquestra Camerata Florianópolis. Em 2022, apresentou seu álbum Sul em Aquarela no Instrumental Sesc Brasil, em São Paulo.



Em nossa conversa, falamos sobre seu início de carreira, seus novos lançamentos, nova turnê no exterior e seus grandes sonhos no meio artístico e musical. Roger é um #JovemEmDestaque e um super talento nacional que ganha o mundo.


Eliaquim Batista: Roger, por que você escolheu o acordeom como o instrumento para seguir sua carreira?

Roger Corrêa: Na verdade o acordeom sempre foi um instrumento muito presente na minha casa, meu irmão do meio já estudava e foi meu primeiro professor aos 6 anos. Até meus 13 anos o acordeom era como uma brincadeira foi quando entrei no projeto Fábrica de Gaiteiros projeto idealizado pelo grande Renato Borghetti, que decidi que seria músico então a escolha do instrumento foi de uma forma muito natural e despretensiosa.


Eliaquim Batista: Recentemente você foi indicado ao Prêmio Açorianos, na categoria melhor compositor instrumental. Pode nos contar qual foi a sua reação ao receber a notícia?

Roger Corrêa: Foi uma alegria muito grande ser indicado ao lado dos grandes Yamandu Costa, Bebê Kramer e Alejandro Brites, pois a composição veio pra mim a partir de 2020 quando comecei a questionar que música gostaria de deixar pro mundo e ai começou a surgir os temas do álbum Sul em Aquarela que trazem uma fusão de tudo que já ouvi e acaba nascendo uma música com forte influência do sul com liberdade pra dialogar com outras vertentes do mundo como o Jazz.



Eliaquim Batista: E agora você segue para uma turnê de três meses pela Europa, certo? Como tem se preparado para viver esse tempo no "velho continente"?

Roger Corrêa: Estou muito animado com essa viagem! Desde que fui pela primeira vez aos 19 anos venho cultivando essa vontade, escolhi Madri porque quero fazer minha música com os músicos que vivem lá e fazem a mistura da música latina com o flamenco e o jazz. Tenho certeza que será muito enriquecedor pra mim passar um tempo com essa cultura.


Eliaquim Batista: No último dia 10, você lançou o seu novo single, Guaíba. Como surgiu essa a música e onde podemos conferir como ficou o trabalho?

Roger Corrêa: Guaíba é meu lançamento mais recente disponível em todas as plataformas além de um videoclipe no Youtube. Nessa gravação ao vivo quis explorar mais meu lado improvisador sem amarras, contei com a participação dos grandes Daniel Grajew ao piano, Tiê Pereira no baixo-acústico e Rodrigo Porciuncula na bateria, que me proporcionaram a atmosfera perfeita pra poder criar na hora.



Eliaquim Batista: O que você espera do futuro da sua carreira como músico?

Roger Corrêa: Quero seguir fazendo música conhecendo culturas e pessoas e seguir levando um pouco da música feita no sul do Brasil pro mundo.


Eliaquim Batista: Obrigado pela entrevista e desde já, boa viagem! 😉


Conheça a carreira do Roger Corrêa em seu site: https://www.rogercorreamusic.com/


Siga agora o Roger no Instagram: @rogercorreamusic


Abraços Literários,


Commenti


bottom of page