Arena Virtual com Antonio Fagundes

Ontem, dia 06 de abril, o ator Antônio Fagundes deu entrevista via live no perfil da CBL (Câmera Brasileira do Livro) no Instagram. Fagundes inaugurou o projeto "Arena Virtual", que tem por objetivo entrevistar autores e personalidades literárias do mundo do livro. A iniciativa é da CBL, Publishnews e "Vá ler um Livro".

Durante a conversa, o editor chefe da Publishnews Leonardo Neto perguntou se o ator havia se inspirado em algum editor de livros para seu último personagem, Alberto na novela Bom Sucesso (Rede Globo). O global disse que não e que para compor o dono da editora da trama, se inspirou em fatos da vida cotidiana, logo após disse uma célebre frase: "Todo bom leitor tem dentro de si um editor!".

É provável que o coração de todos os amantes da boa literatura acelerou nesse momento da entrevista (O meu se acelerou risos). Atualmente Fagundes lê "Brasil - A história contada por quem viu", obra organizada por Jorge Caldeira e indicou a obra com diversos elogios. Antes de encerrar a conversa, quando questionado disse que teve dificuldade em se adaptar aos e-books e entendeu essa resposta pois o celular, o computador sempre nos chamam para uma conversa, uma notícia e ele gosta de ler quando está 100% concentrado. Mas confessou que é fanático por audiobooks. Recentemente o eterno Bruno Mezenga de Rei do Gado narrou "A Via Crucis do Corpo" da nossa eterna Clarice Lispector.

Em 2018, o ator foi presenteado com sua biografia intitulada "Antônio Fagundes no palco da historia: um ator" de Rosangela Patriota, que já foi tema do #dicadebiografia. Veja abaixo a sinopse do livro:


"A trajetória de um dos grandes artistas brasileiros no contexto de um país que enfrenta grandes transformações o percurso, nos palcos e além, de um dos principais atores brasileiros é revisitado tendo como pano de fundo discussões e problemas que o Brasil, como sociedade, e o teatro brasileiro, como forma de expressão, enfrentaram nos últimos cinquenta anos. Os anos de chumbo e a censura; a política cultural ou a falta dela; o significado - e o juízo de valor acerca - de engajamento e entretenimento; enfim, as conhecidas dificuldades de se fazer teatro entre nós e o questionamento sobre o papel do artista são todas questões esmiuçadas e que balizam esta visão ao mesmo tempo panorâmica e detalhista da nossa cena e de uma das trajetórias artísticas mais representativas de nossa época."


Por Eliaquim Batista.


Adquira os livros citados nessa matéria:











Clique na imagem e adquira o seu!


Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Blogger
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca ícone do YouTube

© 2020 por Eliaquim Batista - Blog Vida de Escritor.

São Paulo / SP