top of page
Buscar

LISTAS E LANÇAMENTOS | O terremoto da Síria e Turquia que chocou o mundo!



Semana com boas notícias, como a vitória de Rayssa Leal no mundial de skate street mesmo com contusão no braço e provou que é uma estrela do esporte nacional.


Vale a pena destacar a visita do Papa Francisco ao continente Africano, onde em um de seus discursos, fez um apelo mundial:"Parem de sufocar a África: não é uma mina a ser despojada ou um terreno a ser saqueado".


A viagem iniciou no dia 31 de janeiro na República Democrática do Congo, a última visita de um chefe da Igreja Católica ao país foi a 38 anos. A peregrinação do Sumo Pontíficie terminou no domingo, dia 5, no Sudão do Sul.


Foto: Vaticano via Reuters


É triste, mas é necessário comentar sobre o terremoto que atingiu a Turquia e a Síria no último dia 6, segunda-feira, o número de pessoas que perderam a vida já soma mais de 16 mil. O Brasil enviou na quinta-feira, dia 9, um grupo de socorristas e cães farejadores para ajudarem nas buscas de desaparecidos e sobreviventes.


E mais uma semana, mais indicações de títulos que vale a pena você conhecer, vamos lá?


Nesta nova coleção de textos, Ailton Krenak nos provoca com a radicalidade de seu pensamento insurgente, que demove o senso comum e invoca o maravilhamento.

A ideia de futuro por vezes nos assombra com cenários apocalípticos. Por outras, ela se apresenta como possibilidade de redenção, como se todos os problemas do presente pudessem ser magicamente resolvidos depois. Em ambos os casos, as ilusões nos afastam do que está ao nosso redor. Nesta nova coleção de textos, produzidos entre 2020 e 2021, Ailton Krenak nos provoca com a radicalidade de seu pensamento insurgente, que demove o senso comum e invoca o maravilhamento. Diz ele: “Os rios, esses seres que sempre habitaram os mundos em diferentes formas, são quem me sugerem que, se há futuro a ser cogitado, esse futuro é ancestral, porque já estava aqui.”

Gênero: Ciências Sociais | 128 páginas | Adquira seu exemplar


Um dia é a antítese da infância em poucas páginas. Por um lado, o protagonista tem consciência de que precisa interiorizar os limites impostos pelos pais, mas, do outro, manifesta o desejo genuíno por autonomia. Sem precisar dizer o nome do garotinho astuto, o autor Guillaume Guéraud transpassa o papel de um simples contador de história e atinge o âmago do pequeno ser em desenvolvimento: a vontade de ser grande.

As passagens bem-humoradas do texto e as ilustrações do também francês Sébastien Mourrain, que conectam a linguagem visual da escrita, começam sempre com “Eu não me importo...”. À primeira vista pode parecer desleixo, como se desse de ombros às regras, mas confere fluidez e amarração de cada “questão” levantada pelo personagem e pelas crianças – que também se veem nas reivindicações do menino.

Gênero: Infantil | 32 páginas | Adquira seu exemplar


Ser uma noiva em fuga, desempregada, sem celular, que vai até uma cidade desconhecida para ajudar a irmã em apuros, não é tarefa fácil. Ainda mais quando Tina Witt é uma gêmea do mal, rouba o carro da moça, as economias e abandona a filha de 11 anos com a irmã – uma sobrinha que nem sabia da existência. Essa é a realidade encarada pela bondosa Naomi Witt, protagonista da obra As Coisas que Nunca Superamos, novo romance contemporâneo da escritora Lucy Score, best-seller do New York Times, Wall Street Journal, USA Today e da Amazon, que chega ao Brasil pela Alta Novel, selo da Editora Alta Books.

Gênero: Romance | 512 páginas | Adquira seu exemplar



O livro apresenta quatro contos muito criativos, inspirados na vida e na obra de grandes sambistas brasileiros: Cartola, Clementina de Jesus, Adoniran Barbosa e Chiquinha Gonzaga. Cada conto traz uma história fictícia dos mestres da música quando criança.

Cartola está presente na história da árvore que propõe desafios a um sábio menino chamado Angenor; Clementina de Jesus inspira a menina Quelé, que tem a voz roubada e transformada num pássaro; Adoniran Barbosa dá origem à aventura do pequeno Rubinato, contador de causos fascinado por um instrumento musical mágico; e Chiquinha Gonzaga dá base para a história da pequena Francisca, que enfrenta o monstro da guerra para salvar seus três irmãos mais velhos.

Gênero: Infantil | 80 páginas | Adquira seu exemplar


Todas as informações deste post e mais detalhes sobre os temas podem ser acessados nos links abaixo: Estadão | Canção Nova Notícias | G1 - Mundo | G1 - Ao vivo


Espero que tenha gostado das dicas dessa semana.


Abraços Literários,


Comments


bottom of page