Relatos de um Peregrino Russo


A obra Relatos de um Peregrino Russo, publicado pela PAULUS Editora, é um conjunto de narrativas escritas por um russo anônimo do século XIX, aparentemente um leigo, que recolheu, em forma de relatos de viagem, as lições fundamentais da espiritualidade do povo russo.


O simples livro tornou-se um dos clássicos da vida espiritual e apareceu pela primeira vez em Kazan, por volta de 1865, mas somente em 1884 que se estabeleceu uma edição correta e acessível. Os Relatos foram publicados sem nome do autor. De acordo com o prefácio da edição de 1884, o padre Paísius, abade do mosteiro de São Miguel Arcanjo, em Kazan, teria copiado o texto de um monge russo de Athos.


Os Relatos estariam relacionados ao movimento literário russo do século XIX, naquilo que tem de mais sereno e puro. O Peregrino faz o leitor penetrar no coração da vida russa, pouco depois da guerra da Crimeia e antes da abolição da escravatura, ou seja, entre 1856 e 1861.


De acordo com Jean Gauvain, autor da introdução escrita em abril de 1943, a obra passa por todos os personagens do romance russo: o príncipe que procura expiar sua vida dissipada, o chefe do correio, beberrão e briguento, o escrivão da província, incrédulo e liberal.


Adquira seu exemplar com a Editora Paulus.

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Blogger
  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca ícone do YouTube

© 2020 por Eliaquim Batista - Blog Vida de Escritor.

São Paulo / SP