top of page
Buscar

Resenha – A Rosa Cor-de-boto, de Paulo Mauá [Parceria]

Um lindo jardim de rosas é o ambiente onde acontece o novo livro para crianças de Paulo Mauá. O autor quer levar uma mensagem contra a violência infantil

O autor encontrou a união perfeita para o livro A Rosa Cor-de-boto: A poesia como gênero narrativo e a criação de uma nova lenda brasileira que irá cair no gosto da garotada e na boca do povo. Paulo fez tudo isso para mostrar para o leitor mirim que a violência contra as crianças acontece e que deve ser denunciada a um adulto.


Em um lindo jardim, rosas de todas as cores embelezam o local, mas uma tem uma cor diferente, um tom que não é visto em qualquer lugar e triste., Por que uma das rosas não era amarela, branca, rosa, ou a tradicional vermelha? Por que sua cor é da tonalidade do mamífero marinho conhecido por todas as crianças devido a lenda brasileira?


Muitas vezes quando uma criança sofre uma repressão indevida, seja ela emocional, física, sexual, etc, ela vem acompanhada de uma ameaça, o que a retrai de contar para a mãe, pai, responsável, ou um adulto de confiança. O livro mostra que a criança deve conversar sobre o tema, pois nenhum menino ou menina merece sofrer seja qual for o motivo.


Uma rosa cor-de-boto pode estar mais próxima do que pensamos e para nós adultos, é necessário olharmos todos os dias nos olhos dos pequenos que nos cercam e saber se está tudo bem. Para as crianças, a obra mostra que a ajuda pode vir da pessoa mais improvável e que se o amiguinho sofre, um adulto precisa saber e ajudar quem está triste.


O novo livro de Mauá é ideal não só para crianças, público-alvo do autor, mas também para professores trabalharem com seus alunos em um projeto pedagógico e aos pais que após a leitura podem inserir nos filhos o olhar crítico para os problemas que eles ou outros em seu redor podem vir a sofrer.


Adquira o livro diretamente com o autor via instagram, basta segui-lo em @livrospaulomaua e enviar um direct.


Abraços Literários,


Comentários


bottom of page