top of page
Buscar

Resenha: #ACREDITE, de Eliane Quintella [Parceria | Scortecci Editora]

Publicado originalmente na plataforma wattpad, obra trata da vida familiar em uma realidade distópica


Pode parecer um sonho viver em um mundo onde tirar a mesa do jantar com a mente e lavar a louça em um estalar de dedos são coisas normais. Mas como diz aquela frase que nossos pais sempre falam “nem tudo são flores”, esse mesmo universo é dividido entre magos poderosos e famílias simples, que não desfrutam de tanta magia assim. É desse jeito que vivem os personagens do romance #ACREDITE, da autora Eliane Quintella.


Você conhece um Laluli? Ou já saiu pra jantar com uma Braite? São esses os dois clãs da história. Sendo o primeiro, formado por simples ilusionistas que se divertem com truques para eles simples; e já o segundo grupo, são os que acreditam serem os superiores aos demais por realizarem feitos mais impressionantes do que o melhor filme com efeitos especiais.


E nesse contexto vivem Pâmela, uma linda adolescente Braite, que vive com os pais e é chamada carinhosamente de Panqueca, e o jovem Raul, um Laluli estilo “bom rapaz” e de cabelos roxos. Ambos estudam na mesma escola e cada um vive no bairro de seu povo. Tudo está um tanto quanto tranquilo, mas os dois cometem um grande erro.


“– Pam, já te disse, você não pode se envolver com esse garoto. Um Braite não pode se envolver sentimentalmente com um Laluli. Estou falando sério, minha filha. Toda vez que acontece é inevitável: o Laluli suga energia do Braite e o enfraquece. Filha, você pode abaixar tanto sua força que tudo que conseguirá é levantar copos.”

p. 14


Mesmo sendo uma fantasia, #ACREDITE leva o leitor a refletir sobre nossa sociedade onde alguns são muito ricos, enquanto outros são muito pobres, além de outras desigualdades que vivemos, seja de raça, gênero, social, entre outras.


O livro ainda nos ensina lindas lições de vida, como por exemplo a força de acreditar em nossos corações e nosso potencial, a riqueza de se ter uma família e que vale lutar e acreditar no amor!


Aos leitores não muito assíduos, leia o livro com bastante atenção, pois algumas situações acontecem com uma dinâmica muito rápida, e aos leitores vorazes, preste atenção na mensagem do livro e não se apegue unicamente na sutil escrita de Eliane e aproveite a reflexão que a obra traz.



Durante a leitura de #ACRETIDE, por diversas vezes observei que a história se casa muito com a saga Divergente, de Veronica Roth e da série brasileira da Netflix 3%. E independente da semelhança, as três obras valem a pena serem consumidas.


Adquira seu exemplar na Livraria Asabeça ou na Amazon.


Abraços Literários,


Comments


bottom of page