top of page
Buscar

Papo com Escritora | MEIRE MARION [Autora parceira]

"Escrever libera várias emoções, reflexões, ideias malucas que contando pela escrita é mais interessante."

Nos conta Meire Marion, durante o bate-papo



Autora e professora, Meire sempre gostou de inventar histórias, mas foi em 2018 que começou a publicar seus livros, especialmente para o público infantil. Hoje, Meire já tem diversas obras publicadas e consolida sua carreira literária sendo colunista da Voo Livre - Revista Literária, diretora da UBE - União Brasileira de Escritores, além de já ter sido jurada em concursos literários e membro de comissões organizadoras de diversos prêmios.


No #PapoComEscritora, conversamos sobre sua vida pessoal, carreira e especialmente de um livro ao qual tem muito carinho, "O menino que não sabia de onde veio" (Selo Pingo de Letra), que conta a história de João, que sonha conhecer as suas origens.


Siga agora mesmo a Meire Marion no Instagram: @meire_marion_escritora



ELIAQUIM BATISTA: Meire, já conheço você a um tempo, mas para o pessoal do blog que não te conhece, pode contar quando você decidiu ser escritora?

MEIRE MARION: Escrevo desde pequena. Adoro ler. Sempre mantive diário. Escrever libera várias emoções, reflexões, ideias malucas que contando pela escrita é mais interessante.

Em 2011 comecei um blog em inglês (Meire Marion’s Corner) com contos, poemas, histórias, opiniões, em suma, vários gêneros.

Mas só em 2018, publiquei o meu primeiro livro Charlie the Fish, editora Scortecci. Gostei muito da experiência e não parei mais.


ELIAQUIM BATISTA: Você tem um livro que tem um título um tanto quanto intrigante, "O menino que não sabia de onde veio". Quem é esse menino?

MEIRE MARION: Ótima pergunta. Esse menino é uma mistura de meus alunos, pessoas da minha família e principalmente eu.

Sou professora há 41 anos e já conheci tantas pessoas que o menino tem um pouco de cada um.

ELIAQUIM BATISTA: Qual foi sua inspiração para contar a história do João?

MEIRE MARION: Tudo começou com um desenho que meu sobrinho. Quando ele estava com 10 anos, me fez um desenho e pediu para eu escrever uma história. Hoje, Victor, tem 27 anos.

Escrevi a história, guardei na gaveta, até que um dia decidi: Pedi para o meu pai, João, ler e ele gostou. Infelizmente, meu pai faleceu antes de ver o livro publicado.

Daí vem o nome do personagem, aliás todos os personagens tem nomes de pessoas da minha família.



ELIAQUIM BATISTA: Os livros infantis sempre trazem uma mensagem. Qual a grande lição de vida para as crianças que lerem o livro?

MEIRE MARION: Sabe, Eliaquim, o feedback que tenho recebido das crianças tem sido muito positivo. E as perguntas que me fazem, são muito interessantes. Esse livro por enquanto fala sobre o valor da amizade e família. Por enquanto, porque a historia não acaba nesse livro, tem continuação.


ELIAQUIM BATISTA: E seus próximos projetos como autora, quais são?

MEIRE MARION: O próximo projeto é publicar o segundo livro, que já está escrito, e depois um terceiro para terminar a história do João. Mas, nem me pergunte sobre isso, pois, nem eu sei como a história irá terminar. Será que o João descobre de onde ele veio?


ELIAQUIM BATISTA: Obrigado pela conversa, Meire! Foi muito bom conversar um pouquinho contigo e conhecer mais de você!

MEIRE MARION: Obrigada, Eliaquim, pelo delicioso papo!


O livro O MENINO QUE NÃO SABIA DE ONDE VEIO, da Meire Marion, você encontra na AMAZON e na LIVRARIA SCORTECCI.



Abraços Literários,


Comments


bottom of page